sábado, 2 de julho de 2011

15. UM GALÃ DA TV... NA MINHA CAMA

Fui ver uma peça de teatro com um casal amigo. Divertida, com vários atores da TV, foi um bom programa para aquele sábado frio. Depois da peça, fomos a um bar próximo. Eu estava com uma fome absurda.
O bar estava cheio, não lotado. Sentamos numa mesa ao lado de uma grande, reservada para, descobri depois, os atores e produtores da peça.
Logo chegaram. Meus amigos estavam de costas para a mesa deles e eu de frente para ela. Um dos atores da peça, galã da TV, um dos campeões de correspondências, sentou-se bem em minha frente, de frente pra mim. Pude admirar como ele é bonito e que o sorriso é o mesmo da TV, só que a três metros de mim.
Meus amigos falavam dos planos das próximas férias, que queriam ir para a Europa.
Mesmo falando em tom normal, era possível que os assuntos fossem ouvidos. E o galã da TV percebeu que os dois amigos eram namorados. Talvez por isso começou a olhar mais para mim. Logo para mim.
Meus amigos iam esticar para uma balada. Eu, que adoro uma, não estava a fim de ir com eles. E ainda estava com fome. Pedi o cardápio. Quando percebi que o pessoal do teatro começou a ir embora também. Menos o galã da TV.
Ele, sozinho na mesa gigante, quando chegou o seu pedido (junto com o meu), deu um sorriso discreto pra mim, que foi retribuído. Eis que ele pega seu prato, vem até minha mesa e diz, com seu sotaque carioca carregadíssimo: “Posso ficar aqui? Aquela mesa está muito grande”.
Conversamos. E nosso lanche até esfriou. E o relógio girando. O galã da TV era uma pessoa, além de linda, agradável, com um bom papo. O bar ia fechar, e fomos gentilmente convidados a sair. Já tínhamos fechado a conta, levantamos e eu ofereci carona pra ele até seu hotel. Ele disse que era na rua de trás, mas aceitou.
Foi só entrar no meu carro, ele me deu um beijo. E que beijo! Longo, molhado, com paixão, com desejo. Confesso que dei conta do recado. Beijo é algo que não tenho modéstia. Gosto e beijo bem. E ele elogiou o meu.
- Deixa eu passar a noite com você?
- Mas, seu hotel...
- Na sua casa, não pode ser?
- O pessoal não vai estranhar?
- Eu tenho de estar de volta às cinco da tarde.
Acordei perto de meio dia e encontrei o galã da TV sentado na cama, sorrindo pra mim. Ao lado dele, uma bandeja com um belo café da manhã.
- Fui até a sua cozinha e preparei isso pra nós.
- Nossa! Quer me conquistar assim?
- Sim, quero. Porque você já me conquistou.
Café da manhã, banho, amor. Saímos para almoçar no shopping. De lá, fui levá-lo ao hotel. Ao chegar, ele me afagou o cabelo, tirou do bolso um ingresso da peça e disse para eu voltar à noite, que ele queria me ver na platéia.
E à noite lá estava eu. E eu percebi que ele me olhou várias vezes durante a encenação.
Quando acabou, uma pessoa pediu que eu aguardasse um instante. Ele, então, veio até a mim e me convidou para jantar.
- Mas você não vai pegar o avião pro Rio?
- Resolvi ficar essa semana em São Paulo. Não estou trabalhando em novela e não tem nada importante pra eu fazer no Rio esta semana.
- Vai ficar caro esse hotel. Mas gostei de saber.
O galã da TV pegou, sim, o avião para o Rio. No outro domingo. E na noite seguinte, eu estava em Congonhas. Esperando o galã da TV.

BREVE NO "MEIO A MEIO":
- Bando de hipócritas
- Entre irmãos
- (Des)Amor à distância, parte 2

10 comentários:

Anônimo disse...

Euzer, Adoro o que você escreve!
é tão despretencioso e ao mesmo tempo te prende atenção.. Você tem talento!!

Vilton disse...

Muito legal esse conto, como os outros *-*. Quero ler mais contos, eles me inspiram pela simplicidade. Parabens amigo.

Alexandre disse...

Ahhh.... atores.... sempre nos trazem uma surpresa fora dos palcos e das telas, no meus tempos aureos, ja tive a felicidade de conhecer um... ( ai , ai .. ) .
Mas ninguém que me levasse o café na cama.. rsss.
Adorei o conto.!

sparkster disse...

so sweet...

Edilson Cravo disse...

Achei muito bacana seu blog ( já o linkei). Abraços e linda semana.

Rodrigo disse...

bafo.

hehehe

boa semana

Fred disse...

Bafo 2
Hahahahahahaha!!!!
Tem que dar nome aos bois, nzé????? Heheheh!

Mauri disse...

Vou querer detalhes dessa historia quando nos encontrarmos essa semana hehe

Jefferson Sehnem disse...

Adorei amigo!!! Bjs

Mariana disse...

A arte fascina, né... Teatro e tal. Mas galã de TV arrasa...

As vezes fico pensando se isso é para poucos, ou se são poucos que falam isso para os outros...

De uma forma ou de outra... você é raro!

Beijooss mil!